Em um ano, dois milhões de tartarugas protegidas

3144
20826

— Projeto Tamar comemora 35 anos de atividade e já atinge 25 cidades litorâneas

O Projeto Tamar surgiu com intuito de preservar cinco espécies de tartarugas marinhas: tartaruga-cabeçuda, tartaruga-de-pente, tartaruga-verde, tartaruga-oliva e tartaruga-de-couro. No mês de dezembro este importante trabalho vai comemorar 35 anos de existência, com o apoio da Petrobras.

Além de comemorar o 35º aniversário, a data também vale para festejar metas alcançadas, como o início da recuperação de três espécies de tartarugas: tartaruga-oliva, tartaruga-de-pente e tartaruga-cabeçuda. Houve também crescimento no número de ninhos de tartaruga-de-couro e estabilização da tartaruga-verde em Fernando de Noronha.

O período 2013-2014 também deve ser comemorado, pois o Projeto Tamar atingiu o número de dois milhões de filhotes de tartarugas marinhas protegidos no período. O fundador e coordenador nacional do projeto, Guy Marcovaldi, comemora a marca histórica:

“Alcançamos uma marca histórica para a conservação ao protegermos tantos filhotes nessa temporada que passou. Mas isso é apenas uma geração desses animais contemporâneos dos dinossauros, que levam cerca de 30 anos para a reprodução. Estamos muito felizes com os resultados e sempre em alerta para o que ainda temos que fazer”.

Atualmente o projeto está presente em 25 comunidades costeiras do Brasil, já recebeu mais de 15 milhões de visitantes e busca divulgar as principais informações sobre a biologia desses animais, ameaças a sua sobrevivência e a importância da preservação.

Em comemoração do 35º aniversário, o Projeto Tamar vai realizar duas festas, a primeira, dia cinco de dezembro, às 20 horas, na Praia do Forte, Bahia, com shows gratuitos. No dia seis a festa será no Oceanário de Aracaju, em Sergipe, a partir das 20 horas.