São Paulo pode proibir novos zoológicos e aquários

0
1539

Projeto em discussão na Câmara Municipal também exige medidas para transformar espaços já existentes

Os vereadores da capital podem fazer história ao transformar São Paulo na primeira cidade do País a proibir a instalação de zoológicos e aquários. O projeto de lei 30/2019 foi protocolado neste mês na Câmara Municipal e veta a abertura de novos espaços além de implementar medidas progressivas para eliminar os animais dos locais já existentes.

Pela proposta, os zoológicos ficarão ao menos dois dias da semana fechados para o descanso dos animais e terão de realizar estudos para o desenvolvimentos de técnicas de realidade virtual. São tecnologias que permitem que as pessoas estejam próximas dos bichos sem que eles estejam realmente ali.

“O que buscamos é uma transição para um novo modelo, com mais tecnologia, instrumentos de educação ambiental mais eficientes e, principalmente, sem sofrimento animal”, diz Reginaldo Trípoli, do PV, autor da proposta.

Os prazos para entrar em vigor serão estipulados somente na regulamentação da lei, caso seja aprovada.

A ideia nasceu em 2017 em audiência pública na Câmara dos Vereadores da capital paulista. O parlamentar defende que o formato dos zoológicos precisa ser atualizado: a tecnologia daria conta da educação ambiental e estudo científico, e eliminaria o cárcere perpétuo de animais de vidas selvagens.

“O que dizer de animais exóticos que vivem em climas completamente diferentes de seu habitat natural? Um aquário em São Paulo abriga dois ursos polares, sendo um deles capturado na natureza pelo país de origem”, disse o vereador.

Sabrina Pires

Fotos: Márcio Motta