Foto: Divulgação/Imazon/Araquem Alcântara

O Reino Unido vai controlar, por meio de rastreabilidade, os produtos importados e vendidos no país para que sejam impedidas as compras decorrentes de desmatamento ilegal, sendo que o alvo principal da ação é a Amazônia.

Em virtude do crescimento da destruição da floresta, o governo britânico anunciou nesta segunda-feira (5/10/20) a consulta pública que fundamentará um projeto de lei que pretende forçar as empresas britânicas a garantir a procedência das importações.

Grandes empresas como os supermercados Tesco, Unilever, Nestlé, Mc Donald’s enviaram carta ao governo britânico pedindo que a regra se aplique a qualquer desmatamento, legal ou ilegal.

Já o vice-presidente executivo da Comissão Europeia, Valdis Dombrovskis, anunciou que o acordo comercial entre a União Europeia e o Mercosul somente poderá avançar caso o Brasil encontre soluções duradouras para a situação da Amazônia.