Livros para o desenvolvimento do cidadão e da sociedade

0
4894
Adalberto Guazelli, secretario de Cultura de São Bernardo do Campo, e o presidente da Fundação Toyota do Brasil, Percival Maiante

– Doação da Fundação Toyota para Biblioteca Monteiro Lobato passa de 260 livros
– Prédio tem painéis solares e a biblioteca faz reúso e captação da água da chuva

Em comemoração aos 60 anos da Biblioteca Monteiro Lobato, de São Bernardo do Campo, São Paulo, a Fundação Toyota do Brasil doou mais de 260 títulos para o acervo. Entre os exemplares, 130 foram comprados pelo braço social da montadora, o restante foi arrecado pela Toyota por meio de uma campanha interna com colaboradores.

A cerimônia, que foi marcada pela entrega do Selo Comemorativo de Doadores de Livros, contou com a presença do secretário de Cultura do município, Adalberto Guazelli, e do presidente da Fundação Toyota do Brasil, Percival Maiante.

Há mais de 70 anos, em 1946, a professora Odette Tavares Bellinghausen iniciou a realização de campanhas para a arrecadação de livros no local, e em troca entregava selos aos cidadãos que doavam como forma de estimulá-los a contribuir. A Biblioteca Monteiro Lobato começou sua trajetória em 1958, numa salinha e já no seu primeiro ano recebeu cerca de 5.800 usuários.

A doação faz parte de uma das ações da Fundação Toyota do Brasil no fortalecimento e estímulo à formação de cidadãos e no desenvolvimento da sociedade. Em 2016, a entidade investiu R$ 5 milhões de reais e recuperou as condições da Biblioteca Monteiro Lobato, a praça, o entorno do espaço, proporcionando mais conforto aos usuários e segurança ao acervo.

A revitalização

Seguindo os preceitos ambientais da instituição, o conceito da revitalização da Biblioteca Monteiro Lobato foi todo construído sob uma base sustentável desde o planejamento até a execução.

O prédio ganhou o conceito verde, com instalação de painéis de energia solar, reúso de água da chuva e captação do recurso hídrico feita nos telhados por caixas que direcionam para uma cisterna, localizada na área gramada do espaço e que tem capacidade de cinco mil litros.

O espaço é um ambiente único, dividido por estantes baixas, com fechamento em vidro. A biblioteca conta ainda com espaço infantil, sala temática e plataforma elevatória para as pessoas com mobilidade reduzida e auditório para até 120 pessoas sentadas. No primeiro andar estão as salas e trabalho braille, livros raros, espaço de estudos, espaço digital, gabinete de estudos, diretoria e a administração da unidade.

Primeira cidade a receber uma fábrica da Toyota fora do Japão, São Bernardo do Campo tem importância histórica para a marca japonesa, que já apoiou projetos sociais na cidade como o Trilhas Culturais e Memória Local na Escola. Após a criação da Fundação Toyota do Brasil, em 2009, a entidade vem ampliando o investimento em ações que visam a formação dos cidadãos, na conservação do meio ambiente e na contribuição no desenvolvimento das comunidades.