Pro Outro Lado da América

Joel Leite e Amyr Klink embarcam para nova aventura
Dupla vai de Honda WR-V e de Honda X-ADV do oceano Atlântico ao Pacífico passando pelos destinos mais cênicos da América do Sul

O jornalista Joel Leite, diretor do portal AutoInforme, embarca no próximo dia 28 de julho com o navegador Amyr Klink para mais uma aventura. A dupla vai cruzar a América do Sul, ligando, por terra, os oceanos Atlântico ao Pacífico. A expedição Honda – Pro Outro Lado da América passará por Brasil, Bolívia, Chile e Peru a bordo de quatro Honda WR-V e dois scoorters Honda X-ADV.

Serão mais de 7 mil quilômetros pelos mais cênicos destinos do continente, como o pantanal mato-grossense, no Brasil, o salar de Uyuni, na Bolívia, o deserto do Atacama, no Chile, a reserva nacional las Vicuñas, também no Chile, e a reserva nacional de Paracas, no Peru.

É a segunda viagem encabeçada pela dupla em parceria com a Honda. No ano passado, Joel e Amyr, também a bordo do Honda WR-V, foram de São Paulo a Puerto Toro, no Chile, a cidade mais austral do planeta. Na expedição feita no ano passado pela Patagônia, o WR-V se mostrou muito forte e confortável. Suportou com tranquilidade os mais diversos tipos de estrada. Depois de 8.147 quilômetros, tivemos apenas um pneu furado, mais nada. Por isso, vamos de novo com ele.

Mesmo para o navegador Amyr Klink, que já rodou muito por terra e mar, o percurso da expedição Honda – Pro Outro Lado da América reserva surpresas. “O roteiro foi escolhido com muito cuidado para vermos paisagens impressionantes, que são ligados por estradas de visual espetacular. Muitos destes lugares eu não conheço”, diz Amyr.

O WR-V é o SUV compacto da Honda. O modelo não receberá nenhuma modificação em relação ao vendido nas concessionárias da marca. O X-ADV, scooter preparado para rodar tanto na cidade quanto para enfrentar grandes aventuras, também seguirá sem modificação. “Nossa ideia é mostrar que os veículos são muito mais do que máquinas, são ferramentas de mobilidade geniais que te levam para onde você quiser”, diz Amyr.