Mais de mil quilômetros quadrado de floresta foram destruídos na Amazônia somente em setembro. Foram derrubados exatamente 1.218 km², de 52% a mais do que em setembro de 2019.

Os dados do Sistema de Alerta de Desmatamento (SAD) do Imazon revelam ainda que, de janeiro a setembro a derrubada foi 20% maior do que no mesmo período do ano passado, com um total de 6.030 km². Já a área degradada por incêndios e extração seletiva de madeira, entre outras atividades, cresceu 147% em setembro, totalizando 3.048 km².

O Inpe, Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, registrou 2.667 focos de incêndio no Pantanal, 408% a mais que no mesmo período no ano passado. Com o Climainfo.