Sob o comando de Amyr Klink, vamos de Paraty a Lima em mais uma aventura com o SUV da Honda e, dessa vez, com o scooter X-ADV

Está tudo pronto para a largada da segunda expedição do projeto Por Terra e Por Mar. Depois da maratona de 19 dias entre São Paulo e Puerto Toro, a cidade mais setentrional do planeta, no projeto Pra lá do Fim do Mundo, vamos agora cruzar América do Sul, do Atlântico ao Pacífico, passando por quatro países – Brasil, Bolívia, Chile e Peru. A expedição foi batizada de Pro Outro Lado da América.

No projeto Por Terra e por Mar, Joel Leite, diretor do Portal AutoInforme e da ECOInforme, em parceria com o navegador Amyr Klink, tem por objetivo conhecer o mundo usando os modais barco e/ou carro.

Assim como na viagem para o sul do planeta, mais uma vez a dupla viajará a bordo do Honda WR-V. Desta vez, dois scooters X-ADV acompanharão a expedição. Serão 17 dias percorrendo mais de sete mil quilômetros, com largada da cidade de Paraty, no Rio, no próximo domingo (28) e visita aos pontos mais cênicos do continente, como o pantanal mato-grossense, no Brasil, o salar de Uyuni, na Bolívia, o deserto do Atacama, no Chile, a reserva nacional las Vicuñas, também no Chile, e a reserva nacional de Paracas, no Peru, além da capital Lima.

Mesmo para o navegador Amyr Klink, que já rodou muito por terra e por mar, o percurso da expedição reserva surpresas. “O roteiro foi escolhido com muito cuidado para vermos paisagens impressionantes, ligadas por estradas de visual espetacular. Muitos destes lugares eu não conheço”, disse Amyr.

Os três WR-V utilizados pela dupla e pela equipe não receberão nenhuma modificação em relação ao modelo de série, o mesmo acontecerá com os dois scooter X-ADV. Na expedição feita no ano passado o carro suportou com tranquilidade os mais diversos tipos de estrada; tivemos apenas um pneu furado em 8.147 quilômetros rodados. Desta vez, o desafio é maior, pois vamos enfrentar situações ainda mais adversas sobre os mais tipos de piso – asfalto, terra, areia, lama, sal e, tudo indica, neve.

O WR-V é equipado com o motor 1.5 i-VTEC Flex One, com controle eletrônico variável de sincronização e abertura de válvulas.

O roteiro

Depois de deixar Paraty, a expedição seguirá pela serra da Mantiqueira e cruzará o estado de São Paulo até a divisa com o Mato Grosso. O destino seguinte será o Pantanal, onde a expedição percorrerá estradas de terra para encontrar a fauna e a flora únicas deste pedaço do Brasil.

No dia seguinte, o comboio vai cruzar a fronteira com a Bolívia e pernoitar em Santa Cruz de la Sierra, de onde seguirá até Samaipata para conhecer El Fuerte, uma gigantesca pedra talhada com desenhos pré-incaicos considerada um dos maiores monumentos arqueológicos do planeta.

A atração seguinte será o salar de Uyuni, já a 3.600 metros de altitude. Ali, Amyr e a equipe rodarão a bordo do SUV W-RV e do scooter X-ADV pelo maior deserto de sal do mundo. De lá até o Atacama, a viagem seguira rumo sul pelas impressionantes paisagens do altiplano boliviano, onde as altitudes superam os 4.000 metros.

Depois de cruzar a fronteira com o Chile e desembarcar em San Pedro, a expedição desvendará o deserto do Atacama por estradas pouco conhecidas, para visitar lagoas altiplânicas e vulcões. Ainda no Chile e ainda acima dos 4.000 metros, os viajantes conhecerão a reserva nacional Las Vicuñas, um dos mais isolados pedaços do continente.

A entrada no Peru será por Arequipa e a parada seguinte será em Nazca, lar de um dos mais impressionantes mistérios arqueológicos da humanidade: os gigantes desenhos e formas geométricas que só podem ser vistos em sobrevoos. No último dia da jornada, a expedição chega ao litoral peruano sobre as exuberantes falésias da reserva nacional de Paracas. De lá, são mais 250 quilômetros até Lima, o ponto final da aventura.

A expedição terá o apoio do óleo Pro Honda, desenvolvido especialmente para veículos da marca.

Acompanhe nossa aventura

A expedição poderá ser vista no site e nas mídias sociais da Honda e nos sites AutoInforme e ECOInforme. A viagem será compartilhada diariamente por meio de vídeos, textos e fotos, que mostrarão os impressionantes cenários atravessados pela expedição, além dos bastidores e experiências vividas pela equipe.

Além de Amyr Klink e Joel Leite, participam da expedição o jornalista Diego Castellari, diretor de vídeo; Henrique Skujis (roteiro e texto), Érico Hiller (fotos) e a influenciadora digital Fláia Vitorino, além da equipe de captação de imagens e produção.