Que país é esse cujo ministro é contra a defesa do meio ambiente?

Dia 5 de junho é comemorado o Dia Mundial do Meio Ambiente.

Em 5 de junho de 1972 ocorreu a primeira Conferência das Nações Unidas sobre o Ambiente Humano, em Estocolmo, com o objetivo de promover atividades de proteção e preservação do meio ambiente.

A partir dessa data os países passaram a dar atenção ao tema, a questão do meio ambiente entrou na área acadêmica, inúmeros cursos de graduação, mestrado e doutorado se proliferaram pelas universidades de todo o mundo e governos instituíram os ministérios de meio ambiente, com o objetivo de preservar a natureza.

Por isso, neste ano de 2020 não temos nada a comemorar aqui no Brasil, onde o ministro é um adversário do Meio Ambiente.

O nome do elemento é Ricardo Salles, que na reunião de ministro dia 22 de abril considerou aproveitar a oportunidade, trazida pela pandemia da Covid-19, quando o foco da sociedade e da mídia está voltada para o coronavírus, para mudar regras da legislação ambiental que podem ser questionadas na Justiça.

Segundo o mentecapto, “é hora de fazer uma baciada de mudanças nas regras ligadas à proteção ambiental e à área de agricultura e evitar críticas e processos na Justiça”.

Comemorar o que diante de uma imbecilidade desse naipe?