A Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado de São Paulo e a Empresa Metropolitana de Águas e Energia (EMAE) investiram R$ 450 mil para a implantação de uma usina fotovoltaica na represa Billings, em São Paulo.

A estrutura fica flutuando sobre a água do reservatório e ocupa mil metros quadrados, com capacidade para produzir 100 kilowatts de energia.

A instalação começa a operar nesta sexta-feira, dia 28 de fevereiro e funcionará como teste durante 90 dias. Se der certo, a EMAE pretende instalar o sistema também na represa Guarapiranga.