Fonte Petrópolis já faz isso há 50 anos, mas empresa do Sul inova com postos de compra de água em supermercados

Comprar garrafa de água não é uma atitude muito sustentável porque gera muito lixo plástico. Dados do Greenpeace apontam que, por ano, são vendidos mais de dois milhões de toneladas de garrafas plásticas no mundo e apenas 6% delas são feitas de material reciclável.

Para diminuir o impacto das garrafinhas pet, a empresa Purificatta, do Rio Grande do Sul, começou a instalar postos de venda de água a granel em supermercados do estado, estimulando a reutilização de garrafas e galões. Assim, o cliente pode levar o próprio recipiente e comprar a quantidade de água que precisa.

Esta solução já funciona em Portugal e reduz o uso de 300 mil garrafas de plástico por ano.

Este tipo de ação é comum no fontanário Águas de Petrópolis, na capital paulista, há pelo menos 50 anos. O lugar tem diversas torneiras ligadas a três bicas de água mineral onde as pessoas podem encher baldes ou galões por R$ 8, mais barato do que comprar galões de distribuidoras de água, que custam entre R$ 10,00 e R$ 15,00.