Uma Carvalheira e um havano

2621
17825

Cachaça pernambucana no carvalho é “quase um conhaque”. Versão Freijó é suave e bem equilibrada

 cachacaria-carvalheira   

Tradicional cachaça pernambucana e uma das mais conhecidas do Estado onde supostamente tenha sido criada a bebida (Bahia e a cidade de São Vicente também disputam a primazia de ter tido o primeiro engenho do Brasil), a Carvalheira de diferencia de outros produtores por não possuir um alambique próprio e muito menos manter uma plantação de cana de açúcar.

Há 20 anos instalada no centro da cidade de Recife, a Carvalheira adquire a cachaça já destilada de três engenhos da região de Ipojuca e a envelhece em barris de carvalho.

De um amarelo escuro, resultado de cinco anos de reserva em toneis de carvalho francês, adquire um sabor amarelado bem acentuado, assemelhado-se a um conhaque.

carval

“A Carvalheira é quase um conhaque, sabor acentuadamente de carvalho, cremosa, própria para acompanhar um legítimo havano, como os melhores runs cubanos”, define Wagner Morais, o Wagnão, da confraria Provadores de Cachaça.

A visita dos Provadores à Carvalheira teve o objetivo de descobrir qual a razão da cachaça obter uma cor amarela tão forte, uma vez que outras cachaças envelhecidas por um período semelhante, ou até maior, não obtêm uma coloração tão acentuada.

A explicação está no armazenamento, feito em toneis de pequena capacidade, de 150 e 200 litros, o que aumenta o contato do líquido com a madeira, ampliando a captação das características do carvalho.

carvalheira-1

A Carvalheira tem uma versão de 12 anos de envelhecimento, vendida em garrafa de 500ml a R$ 250,00. Com exceção dessa, todas as demais cachaças da empresa podem ser provadas na visita monitorada oferecida pelo alambique. O visitante ouve a história da produção, cujo patriarca, Frederico Alves Pereira Pinto, foi à Cuba para aprender o processo de envelhecimento do rum para aplicar na produção da cachaça em Recife.

carvalheiraA surpresa da visita dos Provadores de Cachaça à Carvalheira foi a descoberta da versão Freijó, que causou muito boa impressão. Envelhecida por três anos, a Carvalheira Freijó é levemente esverdeada e embalada em garrafa especial. Surpreende pelo aroma a sabor suaves. Difícil de ser encontrada em São Paulo, a Carvalheira Freijó pode ser encomendada diretamente do fabricante.

Joel Leite, de Recife