GM deixará de emitir 40 mil toneladas de CO² por ano

3906
32754

— Montadora passará a usar 9% a mais de energia limpa em suas fábricas da América do Norte

A GM vai aumentar o uso de energia limpa em suas fábricas, começando a usar energia eólica nas plantas da América do Norte, fazendo com que 12% de todo o consumo de energia das fábricas venha de fontes renováveis, com isso, a montadora aumentou em 9% o uso de energia limpa, que estava previsto para acontecer até 2020.

Para isso, a montadora assinou um contrato de compra de energia limpa com a Enel Green Power, para consumir a produção de um dos projetos de energia eólica da empresa, segundo a agência Flash de Motor

Com o aumento das energias renováveis nas fábricas da GM, a montadora vai conseguir deixar de emitir 40.000 toneladas de dióxido de carbono por ano.

“Usando mais energia renovável para alimentar nossas plantas, nós ajudar a reduzir custos, minimizar riscos e deixar uma pegada de carbono menor”, disse Jim DeLuca, VP Global Manufacturing GM.

O uso deste tipo de energias nas fábricas se faz cada vez mais importante, para que as montadoras consigam reduzir o número de emissões de CO² e outros gases na atmosfera.