Safra recorde estimula venda de máquinas agrícolas

1866
32904

Vendas crescem 29% no ano da super safra de 323 mil toneladas de grãos

Embora as obras de infra-estrutura estejam estacionadas, o que é um desestímulo para a venda de equipamentos rodoviários, o setor de máquinas da indústria automobilística está se recuperando graças ao bom momento vivido pelo agronegócio.

A vice-presidente da Afavea, associação dos fabricantes, Ana Helena de Andrade, da AGCO (que produz as marcas Marsey Ferguson e Valtra), está comemorando o aumento de 29% das vendas no acumulado deste ano em relação ao período janeiro-maio do ano passado. Foram comercializadas 17,3 mil máquinas este ano, contra 13,4 mil nos cinco meses de 2016.

“A regularidade de oferta de crédito ajudou o segmento a ter um crescimento, ainda fraco em relação aos recordes históricos, mas firme”, disse a dirigente, destacando que a safra recorde 2016/2017 estimulou as vendas de máquinas agrícolas (que são 90% do segmento): foram produzidas 323 milhões de toneladas de grãos.

Ana salientou a importância da Agrishow, exposição realizada em Ribeirão Preto, em maio, como estímulo às vendas.
“A Agrishow contribuiu muito para o aumento das vendas de máquinas agrícolas, foi a melhor feira dos últimos quatro anos, com a realização de bons negócios na própria exposição e promessas de concretização de vendas nos próximos meses.”

A dirigente destacou o alto nível de tecnologia e novidades apresentadas na exposição, que, segundo ela, vão ajudar a melhoria da produção no campo.

Mesmo com o crescimento em relação ao ano passado e um aumento progressivo desde janeiro do ano passado, o setor está ainda muito distante dos recordes históricos. O volume de vendas nos cinco primeiro meses deste ano representa apenas metade da quantidade vendida (34 mil unidades) no mesmo período em 2013.