Quem disse que cadeirante não pode fazer trilha?

1211
13289
Foto: divulgação/Projeto Montanha para todos

Pessoas com dificuldade de locomoção já podem se aventurar na Chapada dos Guimarães 

Se andar pelas calçadas nas cidades (quando isso é possível) já é um tremendo sacrifício para cadeirantes, imagine a dificuldade que pessoas com dificuldade de locomoção têm para fazer um passeio no campo, pegar trilhas na mata, estar junto à natureza.

Na Chapada dos Guimarães esse problema começa a ser resolvido. O Instituto Chico Mendes, que administra o Parque, conta com uma cadeira de rodas adaptada para que pessoas portadoras de necessidades especiais ou limitações físicas possam praticar esportes de montanha. A doação da cadeira foi feita pela Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia de Mato Grosso.

A cadeira adaptada foi desenvolvida por Guilherme Simões Cordeiro e Juliana Tozzi, para ajudar a própria Juliana e todas as pessoas com mobilidade reduzida a curtir trilhas de difícil acesso. Ela vai permitir acessibilidade de cadeirantes até o mirante da Cachoeira Véu de Noiva, atrativo mais visitado do parque nacional.

Criado em abril de 1989, o Parque Nacional da Chapada dos Guimarães é uma unidade de conservação Federal com 33 mil hectares, localizada nos municípios de Cuiabá e Chapada dos Guimarães (MT).