Programa recupera 3,2 milhões de filtros de óleo

3147
13700

– Ação é feita pela Associação dos fabricantes de filtros automotivos

Selo Descarte Consciente Abrafiltros

Em menos de três anos, o programa de descarte de filtros e óleos organizado pela Abrafiltros – associação dos fabricantes de filtros automotivos, contabiliza um volume equivalente a 3.293.118 filtros de óleo lubrificante automotivo processados, isto é: retirados das oficinas e entregues a um destino ambientalmente correto.

Toda a cadeia do setor deve se envolver com a logística reversa para trazer benefícios ao meio ambiente”, disse João Moura, presidente da Abrafiltros.

O metal é encaminhado para siderúrgicas, o óleo lubrificante usado segue para rerrefino e os rejeitos são incinerados em cimenteiras e entram na composição do cimento, não havendo nenhum tipo de destinação para aterros sanitários. O custo do processo é de empresas de São Paulo e Paraná. O próximo estado a participar do programa é o Espírito Santo.

Quinze empresas fazem a retirada do material em mil pontos de coleta.

Em São Paulo, esse programa atende uma Resolução da Secretaria do Meio Ambiente, que determina a fabricantes, importadores, distribuidores, comerciantes e consumidores a realização da coleta, reciclagem e destinação final adequada dos filtros e do óleo, além de outros produtos.

“As leis ambientais devem ser cumpridas. Há muitas empresas que integram a cadeia de filtros automotivos e ainda não se conscientizaram desse fato, estando sujeitas a multas e sanções governamentais. Ao participar do programa Descarte Consciente Abrafiltros, a empresa cumpre com a legislação de logística reversa com investimentos rateados entre o grupo e menores do que se fizer o processo individualmente”, lembrou João Moura