Peixe-serra ameaçado de extinção em águas brasileiras

0
5867

O peixe-serra está risco de extinção maior do que qualquer outra família de peixes marinhos, segundo o Dr. Nick Dulvy, membro da União Internacional para Conservação da Natureza.

O grupo Sharks International, de especialistas em tubarões, divulgou um relatório apresentado onde destaca a situação da espécie. seriamente ameaçados em águas brasileiras, e sugere medidas concretas para prevenir sua extinção e restaurar sua população. O peixe é também conhecido como espadarte na região Norte do Brasil.

O peixe-serra pertence à família das raias e se caracteriza por seu rostro alongado, com dentes simétricos dispostos nos bordos externos. A espécie já foi encontrada nas águas costeiras e rios de mais de 78 países tropicais e subtropicais. Todas as cinco subespécies estão Ameaçadas ou Criticamente Ameaçadas.

As principais causas da mortandade é o enrosco nas redes de pesca e a destruição de seu habitat natural.

“O Brasil possui a maior população de peixes-serra de toda a América do Sul, hoje seriamente ameaçada pelo controle insuficiente das atividades de pesca e comercialização, incentivadas pela crescente demanda do mercado”, disse Patricia Charvet, da União da Natureza, que participou da Conferência Internacional sobre Tubarões, em João Pessoa.

A carne do peixe-serra é vendida como de tubarão, enquanto seus dentes são contrabandeados para países vizinhos com pouca fiscalização. Atenção: não se trata do peixe chamado serra, muito utilizado na culinária japonesa.

O relatório SSG da IUCN sobre a estratégia em relação aos peixes-serra está disponível em http://www.iucnssg.org/sawfish-progress–priorities.html.