O Roteiro

A expedição Pra lá do Fim do Mundo cruza 4 países: Brasil, Uruguai, Argentina e Chile. Num total de 7,5 mil quilômetros em 20 dias. Começa em São Paulo, cruza a fronteira com o Uruguai, atravessa a Argentina e entra no Chile, onde está o destino final: Puerto Toro, a cidade mais austral do planeta.

1º dia
Apresentação  do projeto para imprensa
Largada da Expedição
650 km de São Paulo à Balneário de Camboriu/SC

2º dia
Saída de Balneário de Camboriu. Parada na incrível Serra do Rio do Rastro/SC
No roteiro do dia, a subida da serra do Rio do Rastro, uma espetacular sucessão de curvas que ligam os municípios de Lauro Müller, a 220 metros de altitude, a Bom Jardim da Serra, a 1.245 metros. Mais precisamente, 252 curvas. Ou 284. Ou, a bem verdade, ninguém sabe ao certo.
501 km de Balneário de Camboriu à Shangri-lá/RS

3º dia
Amyr Klink e Joel Leite conhecem o parque de geração de energia eólica da Honda em Xangri-lá e seguem para a Barra do Chui, na fronteira com o Uruguai
650 km de Shangri-lá à Chuí/RS

4º dia
Um escultor de ossos de baleia fez Amyr Klink rever seus conceitos. Depois, ele, Joel Leite e equipe cruzaram a fronteira rumo ao Uruguai
267 Km de Chuí a Piriápolis/UY

5º dia
Travessia Uruguai / Argentina pelo Rio da Prata de Ferry Buquebus
O jornalista Joel Leite não embarcou na balsa do Uruguai para a Argentina pois estava sem o voucher da travessia, mas os demais integrantes do projeto seguiram rumo a Pedro Luro, por uma estrada cinematográfica e logo após reencontraram Joel.
Piriápolis, Colônia do Sacramento, Buenos Aires e Pedro Luro/AR

6º dia
No dia mais longo da jornada rumo a Puerto Toro, Amyr e Joel enfrentam ventos, fazem piquenique e conhecem a Defunta Correa e o Gauchito Gil
1000 km de Pedro Luro/AR à Comodoro Rivadavia/AR

7º dia
A pedido de Amyr, mudanças no roteiro para chegar mais cedo ao pedaço mais interessante da jornada. Mas a passagem por Comodoro Rivadavia surpreendeu.
543 km de Comodoro Rivadavia/AR à Comandante Luis Piedra Buena/AR

8º dia
Saímos de Comandante Luis Piedra Buena às 8h e aceleramos pela Ruta 9 com a ideia de cruzar a fronteira para o Chile. Mas o rompimento do o arco de gelo do glaciar Perito Moreno rompeu, um espetáculo da natureza, mudou o rumo da expedição.
550 Km de Comandante Luis Piedra Buena/AR à Glaciar Perito Moreno/AR

9º dia
Cruzamos a fronteira da Argentina para o Chile e aceleramos até um dos lugares mais bonitos do mundo, na opinião de Amyr Klink. O Parque Nacional Torres del Paine.
359 km de Rio Turbio/AR, passando pelo Ecocamp (Torres del Paine/CH) até Puerto Natale/CH

10º dia
Equipe Honda – Pra Lá do Fim do Mundo, passa o dia na cidade chilena diante do Estreito de Magalhães e se prepara para a chegada em Ushuaia
256 Km de Puerto Natale/CH à Punta Arenas/CH

11º dia
O dia começou em Punta Arenas, sulzão do Chile, e embarcamos em uma balsa para cruzar o estreito de Magalhães e chegar a Porvernir, ainda no Chile, mas já na Terra do Fogo. Foram duas horas de travessia. Navegador fez questão de levar a equipe até a única colônia de pinguins-rei na Terra do Fogo. No fim do dia, a expedição chegou a Ushuaia.
447 Km de Punta Arenas/CH à Ushuaia/AR.

12º dia
Joel Leite, Amyr Klink e equipe chegam ao fim da Ruta 3, último quilômetro de estrada oficial da América do Sul, na Argentina. Nas ruas de Ushuaia, é reconhecida por brasileiros e argentinos ondem passam o dia.

13º dia
A pedido de Amyr, mudanças no roteiro para chegar mais cedo ao pedaço mais interessante da jornada. Mas a passagem por Comodoro Rivadavia surpreendeu por conta das montanhas e falésias
543 km de Comodoro Rivadavia/AR à Comandante Luis Piedra Buena/AR

14/03 – Dia 8 – Saímos de Comandante Luis Piedra Buena às 8h e aceleramos pela Ruta 9 com a ideia de cruzar a fronteira para o Chile. Mas o rompimento do o arco de gelo do glaciar Perito Moreno rompeu, um espetáculo da natureza, mudou o rumo da expedição.
550 Km de Comandante Luis Piedra Buena/AR à Glaciar Perito Moreno/AR e pernoite em Rio Turbio

15/03 – Dia 9 – Cruzamos a fronteira da Argentina para o Chile e aceleramos até um dos lugares mais bonitos do mundo, na opinião de Amyr Klink. O Parque Nacional Torres del Paine.
359 km de Rio Turbio/AR para Ecocamp, em Torres Del Paine/ CL

16/03 – Dia 10 – Equipe Honda – Pra Lá do Fim do Mundo, passa o dia na cidade chilena diante do Estreito de Magalhães, Punta Arenas.
256 Km de Puerto Natale/CH à Punta Arenas/CH

17/03 – Dia 11 – O dia começou em Punta Arenas, sulzão do Chile. Embarque por uma balsa para cruzar o estreito de Magalhães e chegar a Porvernir, ainda no Chile, mas já na Terra do Fogo. Foram duas horas de travessia. Navegador fez questão de levar a equipe até a única colônia de pinguins-rei na Terra do Fogo. No fim do dia, a expedição chegou a Ushuaia.
447 Km de Punta Arenas/CH à Ushuaia/AR.

18/03 – Dia 12 – Joel Leite, Amyr Klink e equipe chegam ao fim da Ruta 3, último quilômetro de estrada oficial da América do Sul, na Argentina. Nas ruas de Ushuaia, viagem é reconhecida por brasileiros e argentinos.

19/03 – Dia 13 – Ushuaia
Chegou o dia de Amry colocar o barco na água num pedacinho do Canal Beagle, a 60 km de Ushuaia. Amyr estava pronto para navegaar após quase 7 mil quilômetros. Na sequencia a dupla segue para Puerto Almanza, vila de 32 habitantes. Por lá, conheceram Sergio Corvo, um pescador de Centolla.
360 km Ushuaia – Puerto Almanza – Ushuaia

20/03 – Dia 14 – Saída de Ushuaia pela Ruta 3 e parada na cidade Tolhuin. Objetivo é visitar e degustar as famosas empanadas da padaria La Union. Passeio por estradas de terra rumo ao Farol do Cabo San Paolo e no alto no morro, a Desdemona, navio encalhado na praia de San Pablo.
360 km entre sair do Ushuaia ir até o Naufrágio Desdemona e voltar para Ushuaia.

21/03 – Dia 15 – Saída da Terra do Fogo rumo a Punta Arenas; a travessia de balsa, de Ilha Grande por Punta Delgada cruza o Estreito de Magalhães. Por fim, chegada em Punta Arenas, no Chile.
618 km – Ushuaia – Punta Arenas

22/03 – Dia 16 – Punta Arenas e preparação para embarque rumo a Puerto Toro, vilarejo mais austral do planeta ; embarque às 18h (32 horas de navegação).

23/03 – Dia 17 – Chegada a Puerto Williams e breve percurso de carro até Puerto Toro, enfim o vilarejo mais austral do planeta.