Mundo começa a eliminar água em garrafa plástica

0
1288

Hábito impacta o meio ambiente e prejudica a saúde; água tem que ser a granel

Comprar uma garrafa de água pode parecer um ato inofensivo, mas o meio ambiente sofre desde a produção da embalagem até o descarte. Ao contrário do que se propaga, a água engarrafada não é tão saudável assim e além de ser danosa para o meio ambiente, é, também, para a saúde.

Um estudo feito pelo centro de controle e prevenção de doenças dos EUA, mostrou que, só em 2004, o país consumiu 26 bilhões de litros de água engarrafada, isso significa 28 bilhões de garrafas. Para produzir, foram usados 17 mil barris de petróleo, quantidade suficiente para abastecer 100 mil carros.

Em 2007, foram consumidos 206 bilhões de litros no mundo, com um faturamento de mais de 100 bilhões de dólares para as engarrafadoras. Mas uma pesquisa recente mostrou que o mundo consome 500 bilhões de garrafas de água por ano.

O plástico demora para se decompor, porque os microorganismos que fazem a decomposição não têm força suficiente para destruir a quantidade de enzimas do plástico, que é um material relativamente novo inventado pelo homem. Infelizmente, o descarte das garrafas não é feito de maneira correta e a cada dia a produção do lixo aumenta.

Além disso, o plástico da garrafa, quando exposto ao calor por muito tempo, pode liberar toxinas. Contaminando o líquido.

Em todos os aspectos, a água engarrafada não é uma boa opção, é ambientalmente insustentável e faz mal à saúde. Existe, no Brasil, a iniciativa Água na Jarra, que estimula o consumo de água mineral, principalmente em São Paulo, já que a água daqui é uma das mais bem tratadas.

Em muitos países a garrafa de plástico está sendo substituída por embalagens de vidro e, mais ainda, por embalagens não descartáveis, como as jarras. Na visita que fez à cidade inteligente de Songdo, na Coreia do Sul, no ano passado, a reportagem do o Portal ECOinforme comprovou  que esse hábito começa a fazer pare das comunidades mais dedicadas à proteção do meio ambiente: as garrafas plásticas foram substituídas em bares e restaurantes, onde o cliente tem à disposição água a granel, e oferecida gratuitamente.