Lixo pode se transformar em madeira

0
3518

Projeto ajuda na preservação da floresta amazônica

A floresta amazônica, maior floresta tropical do mundo, é constantemente ameaçada pelo desmatamento. 20% das árvores da Amazônia são responsáveis pela metade da produção de chuva que faz o processo de regeneração do ciclo da água na região, mas uma pesquisa das Nações Unidas mostrou que 17% do território já foi desmatado. O índice é preocupante, afinal, se chegar aos 20%, pode acontecer um desastre climático.

Para preservar essa área e investir em projetos sustentáveis, a Associação Nacional dos Inventores e a EKT Global apostaram no desenvolvimento de um material muito próximo da madeira, derivada de todo tipo de lixo. Assim, muito lixo poderia ser reaproveitado e reduziria o desmatamento da floresta.

“A possibilidade de utilizar um recurso que já havia sido desprezado é o ponto-chave do negócio; temos que mudar nossa concepção de lixo, porque ele nada mais é do que uma sobra mal destinada”, disse Helmut Johan, diretor da EKT.

Segundo relatório das Nações Unidas, o Brasil é o maior produtor de dejetos na América Latina, mas apenas 3% de todo o lixo é reciclado.

O País tem potencial para que projetos de preservação ambiental sejam efetivos, mas as tecnologias e os recursos financeiros para tais projetos são escassos, além da falta de conscientização.