Escavadeira elétrica é mais silenciosa e mais econômica

142
3938
2016-09-09 Day one of Volvo Construction Equipment Exploration days in Eskilstuna Foto: Jonas Ljungdahl

Protótipo desenvolvido pela Volvo CE na França custou R$ 25 milhões

As vantagens da escavadeira elétrica que a Volvo apresentou (ainda é um protótipo) não ficam apenas na economia de combustíveis fósseis e na eliminação de emissões de poluentes. Se em outro tipo de veículo a redução de ruídos não faz muita diferença, numa escavadeira é um formidável impacto positivo.

A máquina movida a motor a combustão promove alto ruído enquanto a elétrica é ruído zero do motor: a operação tem nível de ruído dez vezes menor que o modelo convencional, segundo o fabricante, que destaca ainda que a escavadeira tem um custo total de propriedade menor.

Para tornar o protótipo totalmente elétrico, o motor a combustão foi substituído por duas baterias de íons de lítio, totalizando 38 KWh, com capacidade para armazenar energia elétrica suficiente para trabalhar oito horas em uma aplicação intensa, como escavação em solo compactado.

“A EX2 é uma máquina revolucionária. Ela pode ser facilmente utilizada em áreas densamente habitadas sem perturbar as pessoas, mesmo à noite. A eficiência dez vezes maior e sistemas livres de manutenção podem vir a significar uma redução importante nos custos operacionais e custo total de propriedade. A máquina protótipo gera a mesma potência e força que a equivalente convencional, além de alcançar velocidades maiores em movimentos combinados”, disse o engenheiro Ahcène Nedjimi, líder do projeto.

A divisão da Volvo que testa a escavadeira elétrica EX2 é a Construction Equipment. É resultado do projeto de pesquisa financiado pelo governo e por várias entidades da França. A Volvo trabalhou com seis empresas que contribuíram para o projeto ao custo total de R$ 25 milhões.