Charles Darwin sem cortes

0
22908

O naturalista britânico Charles Darwin produziu uma das maiores obras sobre os enigmas das ciências biológicas: A Origem das Espécies. Aclamada pelos cientistas e condenada pelos criacionistas, nunca mais uma escritura desta temática despertou tantas manifestações. O livro que apresentou a Teoria da Evolução redefiniu para sempre a ciência moderna. E agora a editora Edipro lança uma edição traduzida a partir da primeira versão, de 1859. Segundo o editor, embora o mercado editorial, tradicionalmente, opte pela sexta publicação (última revisada pelo próprio Darwin), a pioneira está livre de cortes e censuras motivadas pela comunidade científica, pela imprensa e pelo público da época.

A intenção é resgatar a força dos conceitos iniciais de Darwin – hoje, comprovados pela comunidade científica. O prefácio e a técnica e de Nélio Bizzo, uma das maiores autoridades em darwinismo no Brasil. Como exemplo da contribuição do professor da USP, foi relatada a forma correta de classificação das formigas pretas, que, em edições póstumas foram associadas aos escravos africanos por editores colonialistas – o que acabou rendendo acusações de racismo contra o cientista. Por fim, o projeto gráfico elegante, em capa dura e estampas douradas no título, tornam esta versão digna de um colecionador, e imprescindível em qualquer biblioteca. Um grande investimento da Edipro, esta nova edição de A Origem das Espécies foi produzida em 2017 como parte das comemorações pelos 40 anos da editora e um presente especialíssimo aos seus leitores.