Carménère, a uva símbolo do Chile

0
22472

A viagem “Honda – Pra Lá do Fim do Mundo” cruza fronteira e chega no Chile. A Carménère é a uva símbolo do país e figura hoje como “a uva chilena” por sua excelência. Mas, não foi sempre assim; vieram de Bordeaux em 1850 e a primeira produção de carménère varietal ocorreu em 1996. Dois anos depois ela foi reconhecida como uma variedade distinta.

Antigamente usada para compor rosés baratos, hoje ocupa um espaço entre os melhores vinhos frescos e frutados. A cultura da uva já é a segunda maior do Chile, atrás do Cabernet Sauvignon. Originária da região de Bordeaux, no sudoeste da França, Cabernet Sauvignon é a uva vinífera mais difundida no mundo, resultado do cruzamento entre cabernet franc e sauvignon blanc. Caracteriza-se pelos taninos densos, cor profunda e complexos aromas de fruto.

Cabernet Sauvighon é o que consagrou o Chile, embora seja produzido em vários países. Sauvignon Blanc é outra boa pedida por aqui. O Chile é o principal fornecedor de vinhos importados para o Brasil, com cerca de 19 milhões de litros (de um total de 58 milhões). Dados de 2008. O Brasil é o terceiro parceiro comercial do Chile: compra produtos como minério, frutas, pescados e vinhos.

Acompanhe a viagem Honda – Pra Lá do Fim do Mundo