Campanha pelo fim dos testes em animais

0
18385

Petição é comandada pela Natura no Brasil

Mais de 500 mil animais são usados por ano para realizar testes de produtos cosméticos, segundo dados publicados no site da organização Pessoas pelo tratamento ético de animais, entre eles coelhos, ratos e cachorros.

Os testes sapo feitos com aplicações de produtos na córnea, na pele, ingeridos ou inalados de forma forçada. As consequências podem ser cegueira, ferimentos de pele, problemas estomacais, contaminação ou morte, quando não acontece a vivissecção, que é a morte dos animais para estudo dos efeitos da substância nos sistemas do corpo.

Os estudos feitos pelos órgãos como o Projeto Esperança Animal apontam para a falta de ética das empresas, considerando que os animais são seres vivos que também têm sensibilidade e sofrem com a ação dos testes. Alternativas oferecidas são os testes em pele sintética feita através do tecido humano ou testes virtuais baseados na composição química dos produtos.

Para acabar com esta ação, a The Body Shop, empresa Inglesa, em parceria com a Cruelty Free International, fez um abaixo assinado que já conta com cinco milhões de assinaturas e quer levar a questão à Organização das Nações Unidas.

A Natura, que recentemente comprou a The Body Shop, é a empresa brasileira que faz parte dessa parceria, já que não testa os produtos em animais desde 2006. Em São Paulo as fabricantes são proibidas de realizar os experimentos sob pena de multa. O objetivo é conseguir oito milhões de assinaturas para banir os testes em animais e regulamentar uma lei, para que os infratores sejam punidos.