Caminhões emitem 84,5 milhões de toneladas de CO2

0
22124

Transporte rodoviário polui mais do que todas as termoelétricas juntas

Os caminhões emitiram 84,5 milhões de toneladas de CO2 na atmosfera em apenas um ano (dados de 2016), volume de resíduos maior do que o emitido por todas as termelétricas fósseis em operação no País, que foi de 54,2 milhões de toneladas no mesmo período, segundo dados da Seeg, o Sistema de Estimativas de Emissões de Gases de Efeito Estufa e divulgados pelo Observatório do Clima.

Os técnicos do Observatório não têm esperança de que essa situação pode mudar a curto prazo. Eles acreditam que será difícil descarbonizar esse segmento da economia, em especial após a greve dos caminhoneiros, que resultou num aumento do subsídio ao óleo diesel.

“A greve dos caminhoneiros escancarou a enorme dependência que o Brasil tem do óleo diesel”, disse André Ferreira, diretor-presidente do Instituto de Energia e Meio Ambiente, responsável pelas estimativas de emissões do setor de energia.

O Brasil tem grande dependência do modal rodoviário. Nada menos do que 65% da carga transportada é feita por rodovia. É o que mais usa caminhões entre os seis países com maior extensão territorial do mundo. Na Rússia, por exemplo, apenas 8% da carga é transportada por caminhões. Ferrovias e navegação de cabotagem praticamente inexistem no Brasil.