Biólogos discutem conservação de animais silvestres

1792
16840

O município Embu das Artes, em São Paulo, reuniu no dia 29 de abril, ambientalistas e interessados na recuperação de animais silvestres, na palestra Biodiversidade e Conservação de Animais Silvestres – Mídias Atuais, ministrada pelos biólogos Lucas Kazuo Yanai e Rodrigo Mendes Aguiar, tendo como temas:

– conservação da fauna brasileira de forma integrada
– a importância do estudo do comportamento animal como elemento–chave para a sua preservação
– a importância do manejo e reabilitação de animais silvestres

São comuns pedidos de ajuda para resgatar animais silvestres encontrados em Embu, provavelmente por causa da redução do habitat natural destas espécies, que se aproximam da cidade em busca de alimentos.

O biólogo Marcio Motta, colaborador do Portal ECOinforme, diz que mesmo esses animais se aproximando cada vez mais das cidades, o assunto ainda é muito distante para grande parte da população. “Esses encontros deveriam ser mais direcionados para ações efetivas; indicar ações que a população poderia fazer, seja no campo do manejo ou até mesmo na atuação política-cidadã (conselhos de meio ambiente, associações, mutirões, etc.)”, disse.

A instituição de Centros de Triagem de Animais é uma alternativa prevista em lei, mas insuficiente, segundo Motta, “pois atua no fato consumado”. Centros de Triagem apenas tentam apagar com conta-gotas um incêndio interminável. Falta estratégias eficientes de combate ao desmatamento e queimadas e planos de ação para reabilitação e soltura de espécies.

Ele lembra que existe um trabalho de reabilitação de bicho-preguiça na Baixada Santista (Parque Ecológico Voturuá) e na Capital (Fundação Parque Zoológico de São Paulo) que trata especificamente de animais que chegam nestes centros por redução de ambiente. Os animais passam por reabilitação e tratamento e são devolvidos no mesmo local onde apareceram ou em ambientes próximos.

A Palestra Biodiversidade e Conservação de Animais Silvestres – Mídias Atuais – sob diretrizes do Ibama e do Instituto Chico Mendes – será realizada na Seae, à rua João Batista Medina, 358, Centro, Embu das Artes. Inscrições pelo site: http://seaembu.org