As rosas não falam, mas precisam ser bem tratadas

0
23225

“Queixo-me às rosas, mas que bobagem
As rosas não falam
Simplesmente as rosas exalam
O perfume que roubam de ti…”
(Em As Rosas não Falam, de Cartola)

As rosas são mais do que simples flores; são beleza, ternura, imaginação, paixão, amor.
E inspiração do grande poeta brasileiro Angenor de Oliveira, o Cartola.

Mas na avaliação (mais objetiva) da marca Tramontina, elas são protagonistas nos arranjos florais, vasos e nos jardins, representando inúmeros significados para quem as recebe. E para mantê-las bem nutridas em épocas de brotação e floração, a empresa oferece um instrumento para que a poda seja feita com alguns cuidados. E dá cinco dicas de como tratar flor:
1- Faça a poda no final do inverno
2- Retire os ramos secos e mal posicionados, mantendo um formato de taça
3- Faça o corte em bisel (diagonal) facilitando a cicatrização da haste
4- Mantenha de três a seis hastes por planta, cada uma com 15 a 20 cm
5- A poda pode variar de acordo com o vigor, variedade e região de cultivo da planta.

A colheita deve ser feita no período de primavera e verão. Caso prefira deixá-las no jardim, remova as flores murchas.

A empresa recomenda, claro, usar a nova tesoura de poda que está lançando no mercado. A tesoura Tramontina tem design com cabo curvo, que proporciona mais conforto, e lâmina de aço carbono temperada, que garante . Recomenda-se adiar as lâminas periodicamente.
Cuide das rodas. Elas não falam, mas sentem.