Água da chuva no reservatório

0
6068

É certo que dentro de algum tempo o consumo de água pelos veículos deverá aumentar em consequência do uso de novos recursos, como câmeras e sensores que, assim como os para-brisas, precisarão ser limpos. Atualmente, cada motorista usa cerca de 20 litros de água por ano só para lavar o para-brisa. Atentos a projetos inovadores, engenheiros da Ford decidiram apostar na ideia genial de dois irmãos alemães que pode ajudar futuramente a economizar bilhões de litros de água.

Tudo começou quando Daniel e Lara Krohn, de 11 e 9 anos, respectivamente, da cidade de Jülich, estavam viajando de carro com a família e começou a chover. Mas quando Gerd, o pai das crianças, tentou limpar o vidro, o reservatório de água estava vazio e o para-brisa ficou ainda mais sujo. Foi então que os pequenos inventores pensaram em desenvolver uma forma de captar a água da chuva para reutilizá-la na lavagem do vidro. O projeto da dupla ficou em primeiro lugar em uma competição local de Ciências.

“Foi uma chuva torrencial. Havia água por toda parte – exceto no reservatório do limpador de para-brisa. Minha irmã e eu achamos tudo isso engraçado, mas depois a resposta pareceu óbvia. Simplesmente reutilize a água da chuva”, disse Daniel.

“Não acreditamos que ninguém tivesse pensado nisso antes”, acrescentou Lara. “Para testar nossa ideia, usamos uma miniatura de Focus RS dentro de um aquário. Em seguida, adicionamos um sistema de filtragem para garantir que a água estivesse limpa. E funcionou muito bem!”

Interessados na invenção, engenheiros da Ford se ofereceram para instalar um dispositivo de tamanho real em um carro de teste Ford S-MAX. Para coletar a água, tubos de borracha conectavam a parte inferior do para-brisa ao reservatório. “A ideia de Daniel e Lara estava literalmente ‘na cara’ dos motoristas há décadas e foi preciso um momento de criatividade para que se concretizasse. Em menos de cinco minutos de chuva o reservatório do lavador fica completamente cheio”, disse Theo Geuecke, da Ford Europa.